como orar

Como Orar – Sermão de Tim Keller

Orar é uma coisa importante apenas para pessoas religiosas, para os outros é uma coisa impraticável? Dai nasce a questão: Como orar?

Hoje há uma busca por experiências que tocam a nossa alma, e ela está bem na nossa frente, num dos textos mais comuns que há na Bíblia.

Jesus coloca o seguinte: se há um vazio em nossa alma é porque não sabemos como orar.

Aprender Como Orar

O primeiro erro que cometemos ao orar é achar que será uma coisa fácil. Orar não é natural e nem é fácil. Jesus acredita que deve ensinar-nos a orar.

Ilustração de Como Orar

imagine um piloto de helicóptero novato, voando pela primeira vez, ele diz que isso será fácil, que todos os botões, comandos e técnicas são fáceis. Ele parece nem transpirar, sua feição é a de que acontecerá de forma tranquila.

Nesta breve observação, com certeza, o helicóptero irá cair porque ele não sabe o que está fazendo.

Outra Ilustração

Quando prego, por mais ruim que seja o sermão, nunca me esqueço de onde estou, ou do assunto principal por mais ruim que esteja aquele sermão.

Contudo, quando estou orando é tão fácil esquecer que estou na presença do Pai ou o que estou orando. A dificuldade está numa questão: orar é uma coisa pessoal, não há truques.

Algumas orações podem ser entediantes porque não sabemos o que estamos fazendo lá. É como ir numa festa, e sentar com pessoas que você não conhece. Tente conversar por duas horas seguidas: será algo bastante dificil… Você tem sempre que ficar procurando assunto pro papo fluir.

Agora, imagine você conversando com um amigo que há muito não vê: a conversa flui, o interesse é mútuo, há felicidade.

Leia Também  Você é Mesmo um Cristão? Como Sabe disso? - Sobre Certeza da Salvação

Motivo de orar

O motivo de orar é o nosso pai.

Você nunca terá uma conversa com alguém que não tenha algo em comum. Tente falar com um estranho?

E temos um motivo aqui para conversar, se Deus é apenas seu rei ou seu criador a oração não funcionará. Você ficará com medo da autoridade e sempre estará pensando suas palavras.

Se você crê em Cristo, você terá a mesma liberdade que Ele teve com o pai. (Jo. 1:14; Gl 4:17-18)

Nascer de novo por si só não significa coisa alguma se você não desfruta de uma relacionamento intimo com Deus. O poder de dEle na sua vida, só vem quando você descobre que Ele é seu Pai.

O mesmo amor que Deus teve por seu Jesus, Ele tem por nós. Esse é o segredo!

imagina a diferença que isto fará se acreditarmos realmente nisto? Nossa vida de oração mudará completamente!

Como você sabe se realmente é um cristão?

A nossa vida de oração é a resposta, não está nos nossos atos, no nosso testemunho, está na oração, porque somente Deus vê a nossa oração.

Há dois tipos aqui pessoas que oram.

  1. Aquelas que usam Deus.
    Ela tem seus objetivos: quero ser feliz, quero ser próspero, quero ser bem-sucedido. Ela chega a Deus e diz: ‘diga-me o que você quer que eu faça, para ser assim ou ter isto. Tenho que ir na igreja, tenho que orar quantas horas, tenho que amar minha esposa?’
  2. Aquelas que servem a Deus.
    Cristãos são aqueles que chegam a Deus, sabem que são falhos e sabem que somente Deus pode salvá-los. Chegam a Deus agradecidos e apenas dizem: “Deus deixe-me servi-Lo…”
Leia Também  Sofrimento de Cristo

Os que usam a Deus, somente oram quando há problemas. Não há um real interesse em servir e adorar a Deus, há apenas um desejo de ser recompensado.

Outra diferença está na resposta da oração:
Quando Deus diz ‘não’, o que serve a Deus, sabe que está orando para o Pai, pois confia que Deus é quem sabe quais são as melhores coisas para ele. Sabe que não está na igreja para Deus servir a si mesmo, mas para servir a Deus.

Mas, o que usa fica com raiva.

Ambos estão nas nossas igrejas, mas a diferença entre eles está na vida de oração.

Robert McCheyne diz:  “o que você é de joelhos quando ora a Deus é tudo que você é espiritualmente e nada mais.”

Adoração

A oração sempre começa com adoração.

No Pai nosso, quando Jesus nos ensina como orar, há três petições. E todo o restante é adoração. Todo o restante fala sobre Deus!

Só isto já deve nos guiar quando entrarmos em nosso ‘quarto secreto’ e conversarmos com o Pai que é Nosso!

Tim Keller

 

Posts Relacionados

2 thoughts on “Como Orar – Sermão de Tim Keller

  1. Gostei muito deste texto, pois fez com que eu voltasse a pensar no real motivo porque preciso orar.
    Muito obrigada por postar textos deste quilate.
    Paz!
    Virginia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *